with Nenhum comentário


Nós já sabemos que no Outubro Rosa são feitas várias campanhas contra o câncer de mama. Mas o fato do Instituto Nacional de Câncer (Inca) não estimular mais essa prática é uma novidade.

De acordo com o próprio Inca, as evidências científicas sugerem que o autoexame das mamas não é eficiente para o rastreamento do câncer e não reduz o número de vítimas da doença. O autoexame traz consigo consequências negativas, como aumento do número de biópsias de lesões benignas, infundada sensação de segurança nos exames falsamente negativos e impacto psicológico desfavorável nos exames falsamente positivos.

É importante que, durante as ações promovidas pelas Unimeds a favor do Outubro Rosa, seja ressaltado que o exame físico realizado pelo profissional de saúde é o mais indicado para detecção do câncer de mama. O autoexame apenas faz parte das ações de educação para a saúde que visam ao conhecimento do próprio corpo.

Fonte: Inca

Deixe uma resposta