with 1 comentário

 

Pequenos gestos podem fazer desse mundo um lugar melhor para se viver. As secretárias foram convidadas a enviar para o Espaço Médico frases descrevendo uma atitude do bem, realizadas por elas, e o que elas aprenderam com esse gesto. As vencedoras foram a secretária da Dra. Elaine de Oliveira Vargas,  Márcia S. de O. Borges, de Bento Gonçalves, a secretária do Dr. Fernando Costi e Dra. Graciela Cardoso da Silva, Fabrícia e a secretária da Dra. Claudete Maria Vigioli, Maristela Calloni.

Queremos agradecer a todas vocês pelo envio da mensagem. Com certeza todas estão ajudando a construir um mundo melhor, cheio de boas atitudes. Confira abaixo as mensagens enviadas pelas secretárias!


Secretária  Márcia S. de O. Borges – Dra. Elaine de Oliveira Vargas, Bento Gonçalves

A atitude de bem que pratico é aos sábados, desde que vim morar em Bento, há quatro anos, sou evangelizadora numa turma de jardim em uma entidade sem fins lucrativos. Trabalho como voluntária e falamos sobre os ensinamentos de Jesus e as atitudes de bem que devemos ter e realizar para com nosso próximo, sempre buscando o amor e a caridade.

Creio que faço a diferença na vida destas crianças, as quais eu me dedico muito e dou todo o meu amor, mas elas com certeza mudaram a minha vida.

Tenho dois alunos com necessidades especiais, aos quais nos comunicamos pelo olhar, não me perguntem como, mas conseguimos sentir o que desejamos e tenho todas as respostas deles com os olhos do coração.


Secretaria Fabrícia  – Dr. Fernando Costi e Dra. Graciela Cardoso da Silva, Caxias do Sul

A minha atitude do bem foi ter ajudado uma paciente a antecipar a cirurgia dela, pois o caso dela era um caso delicado, mas não tínhamos horário antes, como o paciente cancelou me comovi muito com o caso dela e antecipamos a cirurgia. Isso fez mais bem pra mim do que para ela, pois fiquei muito feliz em poder ter ajudado, me coloquei na situação dela, aprendi que devemos sempre nos colocar no lugar do outro. Ganhei o dia naquele momento.


Secretária Maristela Calloni  – Dra. Claudete Maria Vigioli

Olá… frequentemente eu e meu filho juntamos roupas e calçados, água e comida e vamos a procura de viadutos… (embaixo sempre tem algum ser humano que espera uma ajuda). Pois bem, no inverno levei colchão, cobertas e agasalhos para esses seres de Deus… sei bem que não se deve contar o bem que se faz esperando reconhecimento… mas talvez incentive outras pessoas… pois essas pessoas..(eu conheço alguns) trabalham, mas não tem moradia… e precisam muito de nossa ajuda. Levo também comida para os cachorros deles, pois são podres, nunca de coração, tiram da própria comida para alimentar os animais, que são as suas companhias… se puderem, ajudem também.


Confira abaixo as mensagens enviadas pelas demais participantes:


Secretária Marinês Cemin – Dra. Valeria Scur

Ofereci ajuda para um senhor que procurava a Clínica Cedimagem, não era de Caxias e não conhecia os endereços daqui. É importante para quem precisa e gratificante para quem ajuda. Vale a pena ter Atitudes do Bem!


Secretária Andreia – Dr. Franco Scariot e Dr. Flávio Ribas

Atendemos uma paciente no consultório e ela precisava fazer um exame no hospital. Ela precisaria estar lá as 6:30, mas como morava no interior de Nova Petrópolis, não tinha ônibus tão cedo. Ela queria desmarcar o exame, mas tive a ideia de convidar ela pra dormir na minha casa e ela aceitou. Ficamos amigas e acompanhei ela até o hospital no outro dia. O que eu aprendi: que sempre devemos tratar bem as pessoas e fazer o que é possível para ajudá-las. Fazer o bem sempre faz bem!


Secretária Julinda Link –  Dr. Vicente H. Verdi

Estar bem nos faz bem! Trabalhar com alegria me deixa feliz, logo consigo fazer do meu ambiente de trabalho, onde as pessoas chegam com o corpo doente, um lugar de harmonia e paz em que as pessoas se sentem acolhidas com um sorriso. Todos são tratados com igual carinho e atenção!


Secretária Catia Casagrande Dr. Miguel Grazziotin

Estava indo para o trabalho em uma manhã e uma senhora muito simples me parou e pediu para que eu comprasse alguma coisa para ela comer, pois estava com muita fome e não tinha nada. Dei a ela R$ 10,00, a reação dela não esqueço mais, essa senhora olhou para o dinheiro, chorou e me deu um abraço. Um abraço de agradecimento misturado com alegria e gratidão por uma simples quantia. Fiquei eu mais emocionada do que ela, esse abraço, o olhar dessa senhora, não esqueço nunca mais. Ganhei o dia!


Secretária Gema Panizzon  – Dr. Celso Aurelio Tonietto

Meninas eu pratiquei uma ação ontem mesmo, tenho uma vizinha que está com alzheimer e a filha dela cansa às vezes, estava ontem na portaria do prédio e ela apareceu com uma blusa no braço e um calçado na mão, querendo ir para a casa da mãe dela e ela estava chorando. A filha pediu para trancar a portaria para ela não fugir, acabou subindo para o apartamento delas, aquilo ficou na minha cabeça e eu estava com outra pessoa e nós resolvemos ir na casa delas pegar a noninha e levar dar uma volta. Fomos procurar a mãe dela, segundo ela andamos até conseguir acalmá-la, depois a levamos para casa e meninas isso me fez muito bem, tanto que me ofereci para levá-la a andar quando chego de serviço, deixamos ela bem feliz em casa.

 

Uma resposta

  1. Julinda
    | Responder

    Obrigada meninas pelo carinho dedicados a n nós secretarias neste ano, que tenhamos um ano de 2016 maravilhoso, cheio de alegrias e amor. Feliz natal, um beijo no coração de cada uma de vocês!

Deixe uma resposta