with 1 comentário

O seu poder de consumidor pode influenciar a sua vida e de todo o planeta. Com essa reflexão, a equipe da Gestão de Sustentabilidade convida você a fazer o teste do Consumo Consciente (http://tcc.akatu.org.br), disponibilizado pelo  Instituto Akatu.  Abaixo, ainda estão descritas as quatro categorias de consumo (Economia/Planejamento/Reuso e Reciclagem/Compras Sustentáveis), onde você pode observar de que forma tem praticado mais, ou menos, o consumo consciente, e descobrir outras formas de agir.


Aparelhos eletrônicos em stand by consomem o mesmo que uma geladeira em um mês

Quando um aparelho eletrônico é desligado pelo controle remoto, fica em stand by, ou seja, pronto para ser acionado pelo controle remoto. A energia necessária para manter duas TVs, dois equipamentos de acesso à TV a cabo, um tocador de DVD e um aparelho de som no modo stand by é equivalente ao consumo de energia de uma geladeira de duas portas funcionando por um mês. Desligue aparelhos eletrônicos da tomada e economize na conta de eletricidade!


Cinco minutos a menos de banho enchem 128 piscinas olímpicas

Se as 16 milhões de pessoas que moram em apartamento no Brasil reduzirem em cinco minutos o tempo de seu banho diário no chuveiro, economizarão, a cada dia, água suficiente para encher 128 piscinas olímpicas!


Aquelas “comprinhas” podem financiar uma bela viagem

Num dia é uma blusa; no outro, um sapato, um relógio… Enfim, há sempre aquela coisinha que “você merece se dar” quando entra em uma loja. Se você resistir às compras supérfluas ou por impulso e economizar R$ 200 por mês e aplicar esse dinheiro na poupança por dois anos, você vai acumular mais de R$ 5 mil -– o suficiente para aquela viagem bem gostosa com que você tanto sonha! 


Combata o desperdício com receitas inteligentes

Um terço dos alimentos comprados nas casas brasileiras vai direto para o lixo. Mas é possível reverter esse quadro, lembrando que tudo nos alimentos é nutritivo. Vegetais que perderam o frescor podem virar sopas, tortas, refogados ou ser usados em omeletes, panquecas ou risotos; as bananas que passaram do ponto podem ser cozidas com açúcar e canela, uma bela sobremesa. Não jogue fora, reaproveite!


Use sacolas duráveis e evite as descartáveis

As sacolas duráveis podem ser utilizadas mais de 350 vezes e substituem, a cada uso, até oito sacolas plásticas descartáveis. Utilizando sacolas duráveis em suas compras, uma família média brasileira, em um ano, deixaria de utilizar um número de sacolinhas que, se alinhadas lado a lado pelo lado mais longo, resultariam em uma faixa que iria da base ao topo da Torre Eiffel.


Entregue o óleo em postos de coleta seletiva

Um único litro de óleo de cozinha usado é capaz de contaminar 20 mil litros de água, o suficiente para uma pessoa tomar seu banho diário por um ano. Além disso, quando jogado no ralo, o óleo contamina a água, entope encanamentos e contribui para enchentes. Para evitar este problema, leve o óleo até os postos especializados de coleta. Você evita a contaminação e ainda contribui para a geração de renda de quem trabalha com a reciclagem.


Lâmpadas LED são mais caras, mas recuperam o investimento com o tempo

As lâmpadas LED consomem quase 10 vezes menos energia do que uma incandescente e a metade do que consome uma fluorescente. São mais caras, mas duram até 14 anos! E o preço maior pago por uma LED é recuperado por meio da redução na conta de eletricidade, em pouco menos de um ano, quando se substitui uma incandescente, e pouco mais de três anos, quando se substitui uma fluorescente. E continuará a economizar energia elétrica por muitos anos!


Embalagens, parte importante de um consumo mais consciente

De cada 5 Kg de lixo caseiro no Brasil, 1 Kg é de embalagens descartadas. O peso desse descarte – de 25 mil toneladas por dia no Brasil – equivale ao peso de todo o cimento usado na construção do novo Maracanã! Contribua para reduzir esse peso: na hora de comprar, escolha produtos com refil, embalagens feitas com materiais reciclados, embalagens que possam ser utilizadas para outras funções, e não traga embalagens desnecessárias para casa.


 

(Texto: Josiane Barbosa, Gestão de Sustentabilidade)

Uma resposta

  1. Aide
    | Responder

    éééé bom parar e repensar algumas coisas…

Deixe uma resposta